Sete Aforismos


1 - O homem que concebe a imortalidade, esse mesmo a não concebe perfeitamente; isto equivaleria, com efeito, a tornar-se imortal. Todo o perfeito conceber leva ou deveria levar a ser. Mas que sentido tem um perfeito conceber? Não é todo o conceber necessariamente imperfeito e sinal de imperfeição? Conceber é assim relação extrínseca do ser e do sentido. Assim seguindo, já nego o que antes afirmara. Mas prefiro negar-me a mim próprio do que negar a verdade ou ignorar a sua solene e terrível exigência. O nosso conceber não nos leva a ser perfeitamente, apenas certifica da possibilidade de ser e a desenvolve ou manifesta no plano de ser em que existimos. Cai abaixo da geração vital e supõe o conhecimento mais perfeito.

2 - A experiência ensina ao homem que a morte segue a vida como a sombra acompanha o corpo e a noite segue o dia. Mas o ser, ou não seria, ou é simples; não pode consistir em vida que leva à morte, em morte que se opõe à vida. Começa por revelar-se em duas aparentes oposições: vida e morte. Esta morte parece ser a impossibilidade de mais ser, aonde gradual e sucessivamente chega tudo. Consideremos, porém, que esta morte não é absoluta, como o não é, também, esta vida - admitir isso para uma, seria excluir a outra. Não conhecemos vida plena e total nem morte total, nem ser, nem não ser plenamente.

3 - Chamo meu adversário aquele que só condicional e laboriosamente posso chegar a julgar e a compreender; chamo meu companheiro de ideal aquele que tenho de vigiar constantemente para o impedir de se trair a si e a mim.

4 - Se me dizeis que filosofando se erra, dir-vos-ei que isso mesmo assinala o valor inalienável da filosofia. Pois é certíssimo que quem não pensa não chegará mesmo a errar, ficando aquém do erro. Errar plenamente é próprio de quem plenamente pensa. Por isso, daquele de quem se possa dizer que errou fracamente ou tíbiamente, ou evitou com habilidades formalísticas ou estilísticas o erro nobre e audaz, desse se diz que não chegou a pensar

5 - É falsa toda a filosofia quando não dê pelo amor, confiante da verdade, e sua directa apreensão, imediato sentido a todo o ser e a cada forma de ser tal qual é. Ser, ou vir a ser, isso significa ter sentido. Cai abaixo das mais simples formas de vida esperar o sentido de algo estranho ao ser e à sua relação actual no espírito.

6 - Em grande parte crêem os europeus que o homem é o criador do seu destino, o senhor do mundo. Não seriam decerto tão firmes em pretendê-lo, se soubessem que essa fé no homem resultou, historicamente, do apodrecimento da fé num deus criador e providencial.

7- Tudo é ou tudo pensamos como ser ou possibilidade, carência ou plenitude.Tudo pode ser ou pensar-se como idêntico ou diverso, ou enquanto unidade que se multiplica ou enquanto multiplicidade que se unifica. Tudo é ou o mesmo ou o mesmo e outro.

* Desenho de Lima de Freitas